Notícias
Bitcoin Gold – a nova moeda
2018-01-25 11:09:23
Bitcoin Gold – a nova moeda

A era dos Hardforks (mudança radical do protocolo que torna validas as transações que são inválidos – ou vice-versa), parece realmente ter chegado para ficar. Depois do Bitcoin Cash (BCH), que surgiu a partir da rede do Bitcoin (BTC) no dia 1º de agosto, pode haver outra moeda a surgir no próximo dia 25 de outubro.

Designada por Bitcoin Gold (BTG), esta nova criptomoeda será distribuída a todos os detentores de Bitcoin na data prevista e deve começar a ser negociada nas corretoras em todo mundo a partir de 1º de novembro.

Para receber os seus BTGs de maneira imediata será necessário estar em posse da chave privada do seus Bitcoins. Caso os seus Bitcoins estejam em alguma carteira ou caso seja uma corretora que mantém a custódia do seu ativo digital, o recebimento das suas moedas de Bitcoin Gold ficará à mercê da vontade e disponibilidade desses mesmos intermediários.

O BTG não tem nada a ver com outra moeda que também surgirá em novembro, no dia 23, o Bitcoin 2X, que será fruto da bifurcação da rede (hardfork) provocada pelos criadores do SegWit2X. O Bitcoin Gold pretende mudar completamente o algoritmo de mineração que existe atualmente no Bitcoin. A ideia é sair do algoritmo SHA256, que exige supercomputadores ASICs para ser processado, para o EQUIHASH, que requer computadores do tipo GPU.

Com isso, os proponentes do BTG acreditam que será possível manter o processo de mineração mais descentralizado. Ou seja, a verificação e validação das transações na rede poderão ser feitas por processadores menos sofisticados e, consequentemente, por mais usuários da tecnologia.

A mineração do Bitcoin original, atualmente é dominada por grandes empresas mineradoras devido à escala necessária para executar esse tipo de atividade e está cerca de 80% concentrada nas mãos de empresários chineses.

A conta no Twitter do Bitcoin Gold possui mais de 2600 seguidores, enquanto o canal de comunicação Slack conta mais de 400 membros. Apesar disso, analistas questionam a capacidade de execução da equipe ou do indivíduo que esteja por trás da iniciativa.

Até o momento, não foi disponibilizado pelo Bitcoin Gold uma rede de teste para os mineradores eventualmente interessados na rede poderem realizar os testes necessários de mineração.

Além disso, diferentemente da rede do Bitcoin Cash, o BTG ainda utiliza no seu código disponível, o mesmo esquema de ajuste de dificuldade de mineração do BTC e não dá sinais de que incluirá um Ajuste de Dificuldade de Emergência (EDA), que servirá para reajustar a dificuldade de minerar os blocos na rede do BTG.

A nova rede também ainda não apresenta uma proteção contra ataque de repetição. Essas e outras questões levantam dúvidas na comunidade sobre a seriedade e abrangência que este hardfork possa vir a alcançar.

O site news.bitcoin.com conseguiu entrevistar um desenvolvedor anônimo do Bitcoin Gold que utiliza o nickname de “H4x3”.

O criador afirmou que o Bitcoin Gold pode ser encarado como um plano de backup caso a rede de mineração do Bitcoin original seja destruída por algum motivo. “Este tipo de plataforma tem sido usado como uma das proposições de valor da Litecoin, contudo, o Bitcoin Gold é melhor que a Litecoin porque tem a mesma regra de distribuição e suprimento do Bitcoin. A custódia da Litecoin é bastante menos distribuída, o que a faz inadequada para o uso universal como reserva de valor e moeda de reserva”,

Segundo o porta-voz do BTG, a ideia por trás deste hardfork é implementar a visão de Satoshi Nakamoto, o lendário e misterioso criador do Bitcoin, ou seja “um CPU, um voto”. Ele criticou o monopólio da empresa chinesa Bitmain, fabricante e distribuidora dos equipamentos de mineração que são utilizados atualmente para minerar Bitcoin. “Isso é muito hostil ao Bitcoin e é inaceitável para qualquer um que entende a importância da descentralização no Bitcoin”, disse ele numa entrevista.

Ele também informou que o projeto ainda está em processo de desenvolvimento e que a equipe está aberta a receber comentários e sugestões. “Comprometemos-nos a ser o máximo possível transparentes, desde que se respeitem as expectativas razoáveis de privacidade das pessoas envolvidas neste projeto de código aberto”

De acordo com reportagem publicada pela CoinDeskagência de notícias especializada do setor de criptomoedas, a pessoa por trás do projeto é Jack Liao, CEO da empresa de mineração LightningASIC, com base em Hong Kong.

Artigos Relacionados

Aviso de responsabilidade: A Crypto2u.com não é um projecto financeiro e não fornece nenhum serviço de investimento ou representa qualquer interesse de outro que seja próprio. Os nossos objetivos principais são informar e dar a conhecer o uso deste tipo de moeda, para tal disponibilizamos noticias, artigos e dicas para o uso da cryptomoeda. Crypto2u não é responsável por qualquer resultado do uso das informações do nosso site. Negociar CFDs apresenta um risco considerável de perda de capital.

ir para o topo da página